Decoração, Meu Imóvel

Vinílico ou laminado?

Conheça as principais características desses dois tipos de piso e escolha o modelo ideal para seu imóvel

 

No momento em que se recebe um imóvel novo ou na hora de reformar o apartamento ou casa, uma das dúvidas mais frequentes é qual piso colocar em cada ambiente. Dois tipos têm se destacado bastante no gosto dos consumidores: o laminado, já bastante conhecido; e o vinílico, cujo uso, já consagrado em países da Europa, começa a chamar cada vez mais a atenção.

Praticidade, conforto térmico, materiais que eventualmente causem alergia, limpeza, conservação, entre outros pontos, devem ser observados no momento da escolha. Abaixo, listamos as peculiaridades de cada uma deles para orientá-lo na compra.

Piso vinílico 

Cores variam das mais discretas às mais chamativas

Cores variam das mais discretas às mais chamativas

A instalação é fácil e rápida. A superfície sobre a qual será posto precisa estar perfeitamente uniforme, seca e limpa.

Pelo o fato de o piso vinílico ser feito com cloreto de vinila ou PVC, muito dificilmente alguém apresentará reações alérgicas a ele. É de alta durabilidade, resistente, não faz barulho (abafa ruídos de passos), econômico na limpeza (basta passar um pano úmido) e não mancha.

Vinílico é ideal para salas e quartos

Pode ser encontrado em diversos formatos, com custo médio de R$ 50 por metro quadrado mais a instalação. Há disponíveis produtos desde cores discretas às mais chamativas, com a vantagem de muitos fabricantes conseguirem um visual de madeira praticamente perfeito.

Arquitetos não recomendam que o piso seja instalado em áreas externas, úmidas ou que tenham contato direto com a água (para banheiros e cozinhas é recomendado o porcelanato). Mais: móveis pontiagudos podem causar pequenas avarias. Ainda, se houver grande abrasão – caso de geladeira ou fogão se arrastando, por exemplo – o produto acabará ficando com marcas de risco.

Piso laminado

É parecido com o carpete de madeira, porém, com menor preço – cerca de R$ 50 o metro quadrado. De instalação

Laminado é de fácil instalação e desinstalação

fácil e rápida, é ideal para ambientes internos. O piso é instalado sobre manta de polietileno e tem características que mantêm o conforto térmico. Arquitetos não recomendam seu contato com água e sol, pois podem desfigurar o piso.

O laminado é composto por camadas de materiais derivados de madeira, como o HDF. Pode ser instalado por encaixe ou com cola sem cheiro, sendo possível usá-lo já no dia seguinte. Outra vantagem é a facilidade de desmontá-lo em caso de mudança: é considerado flutuante, razão pela qual o contrapiso não precisa estar perfeitamente nivelado.

Laminado lembra o carpete de madeira

No que se refere à propagação de barulho, o laminado perde para o vinílico. Pra evitar os sons de impacto de sapatos, por exemplo, recomenda-se a instalação de uma manta acústica. Também é indicado que se coloque feltro nos pés dos móveis  e que se use rodízios de polietileno.

Para limpar o laminado é indicado o aspirador de pó ou vassoura de cerdas suaves passados no sentido das réguas. Depois, é bom passar um pano úmido com sabão neutro (lembre de torcer bem). Se houver alguma macha, é possível retirá-la usando querosene, aguarrás ou tíner.

Post Anterior Próximo Post

Você pode gostar também